Motorola lançou o novo membro da família, o  Moto G e para  muitos utilizadores que têm um orçamento reduzido, parecia ser um sonho tornado realidade.

Um smartphone extremamente acessível com processador Quad-core a 1.2 Ghz,  e com um ecrã de 4.5”, o que mais se poderia desejar?

Tenho de admitir  também que  esperava que tivesse uma boa câmera, que para mim, é um dos aspetos mais importantes e que pesa na decisão no momento da compra. Ontem após algumas horas de uso intenso e de testes, posso dizer que achei o Moto G muito bom. Excelente autonomia, um ecrã muito bom com cores vivas e nítidas e com uma qualidade de construção acima da média.

Neste comparativo, as duas fotos tiradas por mim, com equipamentos de valor totalmente diferentes, o “flagship” Galaxy S4 que custou quase 700€ e o Moto G que custou apenas 189€.

Primeiro, vamos recordar que estamos a olhar para uma câmera de 5 megapixels com abertura f/2.4 enquanto o Galaxy S4 tem um sensor de 13 megapixeis com uma abertura de f/2.2 . Mesmo com apenas 5 megapixeis, comparando com outros topos de gama, neste caso com um Galaxy S4, á primeira vista, não fica nada atrás. O aplicativo da câmera no Moto G é muito simples na aparência e para capturar uma imagem, basta tocar no ecrã. Excelente para auto retratos e para fotos em modo “burst”, mas vem com a desvantagem de não existir o toque para focagem.

Temos de confiar que o telemóvel saiba o que está a fazer. O que nos testes que realizei na maioria das vezes não fiquei nada mal.

As minhas primeiras impressões, das amostras da câmera são de que para o preço, o Moto G dispara boas imagens com cores agradáveis, com uma quantidade suficiente de detalhes e com uma boa redução do ruído. O desempenho do flash não é grande e o alcance dinâmico poderia ser melhor, mas mais uma vez estamos a falar de um dispositivo a um preço bastante reduzido.

Na minha opinião o melhor smartphone do mercado abaixo dos 200€.

Ficamos aguardar os vossos comentários.

Especificações:

Ecrã de 720p – 326ppp

Camera Traseira de 5Mp – Resolução: 2592×1944

Android 4.3 Jelly Bean

Processador Quad-Core 1,2GHz

GPU: Adreno 305

Chipset: Qualcomm Snapdragon 400

Bateria: 2070mAh

About The Author

Nuno Agonia
Desenvolvedor
Google+

A culpa disto tudo foi o momento em usei uns euros para adquirir o meu primeiro smartphone. Deste então tive a necessidade de compartilhar o conhecimento e as experiências vividas num equipamento tão pequeno, mas com tanto por descobrir...

One Response

  1. Hélder Rocha
    Desta forma a Google mostra que vai mexer com o mercado dos smartphones, talvez seja o inicio de uma nova era em que não será necessário investir absurdos para ter um equipamento capaz. Parabèns Google e Motorola
    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.